A banalização da cirurgia plástica e a entrada nos últimos anos no mercado de estética de empresas intermediadoras comandadas por empresários que visam o lucro culminaram em um menor nível de exigência de critérios de segurança. A maioria dos pacientes de cirurgia plástica são saudáveis e tem um grande desejo em realizar seu sonho, por isso às vezes não levam em considerações alguns aspectos que acarretam em um risco maior de insatisfação no pós-operatório. No entanto, justamente pelo fato de o paciente não ter doença grave antes da cirurgia e esta ser estética e eletiva, há grande repercussão na mídia quando ocorre uma complicação. Pensando nisto, cirurgiões plásticos se uniram para criar a CPA RIO – cirurgiões plásticos associados, uma sociedade formada para tornar a cirurgia plástica mais acessível através de uma parceria com hospital para conseguir facilidade de pagamento, mas sem abrir mão da segurança. Os médicos da CPA RIO listam abaixo 10 pontos que devem ser observados pelos pacientes, baseados também na nova cartilha da SBCP.

1) Todo médico pode realizar cirurgia plástica?

Com o mercado de estética em franco crescimento, muitos médicos vislumbram entrar neste nicho pelo caminho mais rápido, sem esperar os 11 anos necessários para a formação. Para encurtar o caminho, após os 6 anos de faculdade fazem direto cursos de estética, geralmente ministrados em finais de semana, para aprender a famosa ‘hidrolipo’ e a bioplastia. Como certificação, entram para sociedades de estéticas.

2) Qual a importância do credenciamento pela SBCP?

A sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica exige dos candidatos uma formação de 2 anos em cirurgia geral e outra de 3 anos em cirurgia plástica em instituições credenciadas. Após este período, os candidatos são submetidos a uma prova de conhecimentos que conta com a parte escrita e, para os aprovados, uma segunda arguição oral baseada em casos reais, realizada pela comissão dos serviços de cirurgia plástica mais reconhecidos do país. Have fun with a free spins no deposit no card details

3) Quais exames são necessários no pré-operatório?

Exames simples como um coagulograma podem evitar surpresas durante a cirurgia, como um sangramento de difícil controle. Arritmias podem ser descobertas antes da cirurgia com um eletrocardiograma. A idade e condição clínica do paciente determinam outros exames adicionais como a avaliação cardiológica.

4) Qual a importância da hora da consulta?

Grande parte do sucesso de uma cirurgia começa antes do centro cirúrgico, especificamente no consultório. Uma consulta atenciosa é necessária para o paciente conseguir expressar suas expectativas . Detalhes da anatomia de cada paciente que podem limitar o resultado devem ser esclarecidos neste momento, para evitar insatisfação no pós operatório.

5) O que é importante no centro cirúrgico?

Aparelhos de anestesia modernos e equipamentos de segurança são essenciais para que a cirurgia transcorra de forma tranquila e, se houver alguma intercorrência, possa ser contornada.

6) É necessário o apoio de uma CTI?

Clínicas de estéticas menores podem não contar com o suporte de um CTI, essencial para oferecer o suporte necessário para contornar uma intercorrências mais grave. É fundamental a presença de um médico plantonista preparado para dar o pronto atendimento.

7) A Enfermagem deve ser especializada em plástica?

A cirurgia plástica tem algumas nuances que a diferem em relação ao curativo, posicionamento no leito e outros cuidados específicos. Uma enfermagem atenciosa e que observa estes detalhes é essencial para que nenhum problema ocorra no período de internação.

8) Quais os cuidados pós-operatórios principais?

O sucesso não é garantido após o término da cirurgia se alguns cuidados básicos não forem observados pelos pacientes. A manutenção do resultado depende de o paciente entender e respeitar as orientações do médico, mesmo que no início isto implique em restrição de algumas de suas atividades costumeiras.

9) Como ocorre a comunicação com o cirurgião pós-operatório?

Como a cirurgia causa mudanças no corpo dos pacientes, podem surgir dúvidas em relação aos cuidados e se as alterações são normais. É importante também que seja disponibilizado o telefone de uma segundo membro da equipe que possa ser contactado caso algum problema ocorra com o cirurgião principal.

10) Porque não realizar hidrolipo no consultório?

A lipoaspiração no centro cirúrgico é mais segura porque existe o suporte da monitorização dos parâmetros cardíacos e respiratórios. Além disto, há um conforto maior pela sedação e pela presença do médico anestesista durante todo o procedimento.

O centro cirúrgico conta com ambiente esterilizado e luz apropriada, fazendo a diferença mesmo em hidrolipo de pequeno porte.

Saiba mais sobre as etapas da hidrolipoaspiração

WhatsApp chat