Gravidez

1 - A prótese interfere na amamentação?

A prótese mamária é posicionada atrás da glândula e não atrapalha a amamentação por manter íntegra a conexão com a aréola. A mamaplastia redutora pode ter algum prejuízo à amamentação plena e pode necessitar de complementação com suplementos alimentares.

2 - A prótese poderá evitar a queda da mama quando eu tiver filho?

A prótese não “murcha” após amamentação mas se houver um aumento muito acentuado da mama durante a gestação a pele pode distender e não retrair, ocasionando alguma queda.

3 - A Abdominoplastia impede uma nova gravidez?

Abdominoplastia para quem já teve filho inclui o tratamento com sutura da musculatura que “separou” na gravidez para deixar o abdome mais reto. Esta sutura não prejudica o bebê e não impede o crescimento do útero, que pode no entanto ser mais para um lado.

4 - Devo orientar o médico se desejo engravidar após a abdominoplastia?

Se há alguma possibilidade de nova gestação, pode ser utilizado fios absorvíveis na sutura da musculatura; Se há um planejamento de gravidez para um breve período a paciente desfrutará do resultado por pouco período haja visto que após a gestação poderá ter nova flacidez – e por isso a cirurgia deve ser adiada.

5 - Como corrigir uma mama menor e mais caída que a outra?

Todas pacientes tem alguma assimetria no tamanho e posição das mamas. Esta diferença pode aumentar se uma das mamas foi mais utilizada para amamentar. Caso sejam pequenas pode ser necessário a inclusão de prótese, e a diferença pode ser suavizada com retirada de maior volume e quantidade de pele em um dos lados para levantá-las harmônicamente.

6 - Quem perdeu o resultado de mama redutora pode operar novamente?

Uma nova cirurgia pode ser feita para remodelar e levantar novamente as das mamas, corrigir cicatrizes alargadas, restaurar ou aumentar volume com inclusão de prótese ou uma nova redução se não houver satisfação com o tamanho.

7 - Por que após amamentar meus seios diminuíram e cairam? Como deixa-los bonitos novamente?

A atrofia da glândula mamária após a gestação muitas vezes não é acompanhada de retração da pele da mama, que passa a “sobrar”, e causa queda das mesmas. Se o desejo é levantá-las e restaurar o volume grande semelhante ao período da amamentação, o ideal é a colocação de próteses mamárias, que no caso de flacidez leve pode ser corrigida com o formato extra alto/cônico. Se o volume ainda for satisfatório a opção é reposicionar a mama através da retirada do excesso de pele e remodelagem da glândula mamária para ocupar o colo superior da mama.

Entre em Contato

Endereços

Tijuca - Hospital Rio Day
Rua Carlos Laet, 11

 Laranjeiras - Centro Médico Paysandu
Rua Presidente Carlos de Campos, 45

Barra da Tijuca - Americas Medical City
Av. Jorge Cury, 550 sala 225

Fortaleza - Cirurgia Plástica
Av. Santos Dumont, 5753 - Torre Saúde, Sala 903, 904 Papicu,

Horário de Atendimento
9h as 18h

WhatsApp chat