A amamentação tem grandes benefícios para o bebê e também para a mãe, como a diminuição do risco de desenvolver câncer de mama. No entanto, dependendo da distensão da pele da mama, e de como foi a amamentação, consequências como flacidez, estrias e assimetrias podem ocorrer. 

A cirurgia plástica de mamoplastia pode devolver, e até melhorar, o contorno original da mama! Além da correção da flacidez, existem diferentes modelos de prótese de mama  para aperfeiçoar as curvas e valorizar o colo ou a projeção

.Na gravidez, o corpo feminino se adapta para receber o bebê. Uma destas adaptações é a produção de hormônios e glândulas que servirão para formação e alimentação do bebê, como o tecido glandular produtor de leite. Por isso, a mulher sofre tantas alterações corporais. Esta transformação nos seios pode ser a causa de problemas, desde a não aceitação à depressão, o que pode ocasionar mudança no comportamento íntimo e social da nova mamãe.

 

Sutiãs e cirurgia plástica

O uso de sutiãs com bojo resistente para firmar a mama pode ser uma boa ajuda em evitar a piora ou recidiva da flacidez, por aliviar o peso que a pele que está flácida tem que sustentar. 

Hidratar a pele da mama também é outro cuidado recomendado. Caso inicie o uso de hidratante ainda amamentando, consulte um especialista para indicar produtos específicos para esta fase.

Quem deseja mais apuro ou teve os seios muito afetados pela gravidez e amamentação, a cirurgia plástica é uma ótima opção para repará-los.

A mamoplastia de aumento, ou seja, a colocação de próteses de silicone, a mamoplastia de redução e a mastopexia são procedimentos indicados para acabar com a insatisfação estética com o corpo, depois de um dos momentos mais bonitos da vida da mulher.

Procure a CPA-Rio. Com excelência em atendimento e formada por médicos membros da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), nós oferecemos as cirurgias plásticas que ajudarão a aumentar a autoestima das recém-mamães. Acesse nosso site.

 

WhatsApp chat